Criadores do Sul

Sinestesia, roupas que abraçam

A Sinestesia faz roupa que abraça, que acarinha, que diz que não precisamos ser deste ou daquele jeito, que precisamos ser apenas nós, potentes, únicas. A Sinestesia faz roupa para incluir, com shapes mais amplos, cortes longes do corpo, privilegiando o conforto como um item fundamental do estilo e versatilidade como um fundamento contemporâneo. A Sinestesia faz roupa que tem muito a dizer para cada mulher, com peças decoradas por palavras e frases que reforçam a nossa autoestima. Uma roupa pensada, criada, elaborada por mulheres, para as mulheres serem cada vez mais livres e felizes com seus corpos.

Com a ideia de criar roupas que evocassem os sentidos, o toque, o cheiro, o olhar, que fossem um tanto sensoriais, a publicitária Clarissa Marchetti, uma apaixonada por moda desde sempre que se pós-graduou no tema e estudou também técnicas da área, bolou a Sinestesia em 2018. No ano seguinte, a maternidade deliciosamente pausou o projeto, que ressurgiu em meio ao caótico 2020 com força total.

As coleções conversam com as estações, mas sempre com duas características que fazem parte da essência da marca, quimonos e mensagens. “Quimonos são nossas peças preferidas. Amamos sobreposição e a ideia de que uma mesma peça possa, sim, abraçar diversos corpos, e o quimono permite isso”, comenta Clarissa. Vestir diversos corpos é primordial em praticamente todas as peças da Sinestesia, que têm modelagens amplas, recursos de amarração e aplicações pontuais de elásticos que resultam em soluções interessantes para manter ativo esse propósito.  

A atual coleção cápsula, chamada Manifesto, traz frases cheia de significado, como Boto Fé e Potência, palavra que surgiu em uma sessão de terapia da Clarissa. “A blusa carrega desejos de melhores resultados para as mulheres nos seus desafios cotidianos. Precisamos assumir o lugar que é nosso por direito”, reforça a estilista.

No futuro, a Sinestesia terá também peças kids, em versões miniaturas dos modelos adultos, itens de decoração e livros, selecionados por temas que envolvam a vida da mulher contemporânea com a qual a marca se comunica. Sem dúvida, uma marca que tem muito a dizer além do vestir. Ah! A Sinestesia participa do Coletivo 828 no Pavihão Chaves, reduto de marcas autorais e sustentáveis de Porto Alegre, e vende pelo Instagram.

Deixe uma resposta