Criadores do Sul

Resi, resignificando a moda

Tem marca nova e repleta de significado surgindo no mercado gaúcho, a re-sí, que estreia com o lindo objetivo de repensar a moda, criando um novo ciclo para matérias-primas que já existem. A re-sí aproveita o que muitas vezes se considera como sobra em indústrias de grande porte do Estado, vide lonas, couros, tecidos, aviamentos e cordas, em produtos de design apurado, principalmente em acessórios. Um novo valor ao que poderia ser descartado, resultando em uma forma apurada de aplicar conceitos de sustentabilidade, valorizando produtos locais, usando matéria que já existe, incentivando a mão de obra artesanal.

A re.sí já nasce com expertise singular, afinal, é o novo empreendimento da designer Amanda Py, uma das sócias da extinta PP. Se na marca anterior, Amanda exercitou a paixão pelas matérias-primas através do couro excedente da indústria, na re-sí esse leque se amplia, com um olhar aguçado para outros materiais e para muito mais produtos que não eram viáveis de serem executados a partir apenas do couro. Amanda também resgata a própria trajetória na moda, refazendo elos com o artesanato e com outros materiais. Sim. Antes da PP, Amanda trabalhou no ateliê da artista plástica Heloísa Crocco em diferentes projetos, da montagem de painéis ao design de superfícies, da revitalização de artesanato ao desenvolvimento de produtos. Amanda também desenvolveu várias coleções de tecidos para tecelagem. Ou seja, sempre pertinho do que forma a essência da re.sí, o amor pela matéria e pelo feito à mão.

O selo de moda ética será comercializado, primeiramente, apenas no Estado, com produção limitada que também conversa com outra crença da designer, o consumo melhor e mais consciente, ou seja, o menos que se torna mais e atemporal. Assim nascem peças que não necessariamente conversam com tendências, mas, sim, com estilos que vão muito além de desejos passageiros, sempre com qualidade do feitio e da matéria reforçando a longevidade do produto. A re-sí será vendida junto ao Pavilhão Chaves, um espaço reconhecido por reunir moda autoral e consciente. Melhor, impossível, ainda mais neste momento que estamos todos questionando o verdadeiro valor do que vestimos, do que usamos, do que compramos. Resignificando juntos, bem-vinda re-sí!

Deixe uma resposta