Renove

Calça capri: inspire-se e adote já

O que Marilyn Monroe, Audrey Hepburn e Brigitte Bardot têm em comum, além da beleza icônica? Pode parecer estranho, diante da personalidade particular de cada uma, mas todas eram fãs de uma peça que faz parte da lista de essenciais do closet: a calça capri. Essa calça curtinha e ajustada é repleta de bossa, perfeita tradução de feminilidade.

No compasso da libertação feminina do pós-guerra, os anos 1950 chegaram trazendo inúmeras novidades para o closet das mulheres, entre elas, as calças, que passaram a ser cada vez mais usuais. A capri é um dos modelos – e ela nasce e já ficam mundialmente famosa graças à estilosa Audrey Hepburn, que desfilou com uma no delicioso filme Sabrina (1954). Bastou para todas suspirarem pela mimosura do modelo. Sim, a peça é mulherzinha no ponto ideal e sensual na medida.

[vitrine]

Presença confirmada no look das fashionistas, a capri também é aposta de grandes marcas como Chloé, Dolce & Gabanna e Jaquemus para o verão 2018. O mais bacana é que mesmo em produções contemporâneas, a peça tem um ar vintage, que flerta com o glamour de outras épocas.

Em dúvida sobre como combinar a capriPense nela com uma jaqueta de couro, uma camiseta listrada e um mocassim/oxford. É rocker! Imagine ela com um paletó gigante e um sapato pesado de solado grosso. Surgiu aí um climão minimalista. Use a capri com um moletom gigante e tênis e você terá um confortável sportswear. Invista nela com sandálias de tiras finas e um top ajustado ao corpo e não haverá mulher mais sexy. E a lista de composições poderia seguir por muito tempo, mas aí é com a sua criatividade. O importante é lembrar que a capri é extremamente versátil.

A melhor compra? Capri de alfaiataria preta. A compra mais divertida? Uma em jeans bem escuro. A compra mais abusada? Uma de couro colorido. Aposte.

Deixe uma resposta