Renove

Cinco resoluções de moda para uma nova vida

Estamos mais em casa e mesmo com toda a correria imposta por uma nova rotina, que inclui horas de higienização, ensino domiciliar para quem tem filhos, preparo das refeições e trabalho, nossa cabeça parece encontrar mais tempo para pensar, né?! E questionar. Questionar muito, desde quando tudo isso vai terminar a como será quando voltarmos a ter uma vida além das paredes de nossa casa. Entre tantas dúvidas, angústias, medos, também surgem resoluções. Por aqui, pensamos muito em tornar o nosso closet mais leve, mais sensato, mais gentil, uma decisão que já se alinhava em nossa rotina, mas que agora será acelerada. O que a gente pensou? Vamos dividir com você.

Comprar de quem se preocupa com o meio ambiente: vamos olhar cada vez mais para grifes e designers que tenham uma relação sustentável com a matéria-prima, os processos de produção e de distribuição de seus produtos, inclusive no que diz respeito ao descarte de excedentes. Sim. Queremos dar preferência a selos que tenham um comprometimento verdadeiro com todas as etapas da cadeia de moda e busquem manter a saúde do ambiente.

Comprar de quem é gentil: quem respeita e valoriza seus colaboradores, sejam eles fornecedores ou funcionários, sejam eles a agência publicitária ou o influencer contratado para divulgar o produto. Marcas que paguem justo, que ofereçam condições de trabalho, oportunizem crescimento e reconheçam o valor da mão de obra. Gentis com cada alminha que fizer parte da construção de um nome.

Comprar com mais consciência: evitar o consumismo desnecessário e desenfreado, não o consumo, viu? Questionar se aquele produto é realmente um reflexo do meu desejo, da minha personalidade, do meu estilo, se fará diferença no meu closet, se combina com o que já tenho, se é uma compra sensata que possa ser traduzida como um investimento e não como um gasto.

Investir no estilo próprio: se perguntar mais o porquê das nossas escolhas, o que realmente tem a ver com os meus desejos, quem eu quero ser, quem eu não quero ser, quais são as peças que realmente me representam, enfim, um tratado sobre quem eu sou no vestir cotidiano, evitando, assim, compras que não dizem respeito à imagem e ao estilo pessoal.

Listar o que falta: um excelente exercício de moda é provar as roupas que temos de diferentes formas, com diferentes peças, em inéditas combinações. Esse ensaio faz com que nossa criatividade seja ampliada e também percebamos o que falta no nosso closet, o elo que liga as peças. Anote cada um deles e faça uma lista de compras futuras, o que minimiza muito o risco de erros e diversifica a quantidade de looks. Seus os seus essenciais.

Deixe uma resposta