Renove

A bolsa certa para cada ocasião: cinco modelos essenciais

Como existem peças essenciais para um closet dinâmico, há também bolsas fundamentais para compor com elegância e praticidade nas mais diferentes ocasiões. São cinco modelos que atendem a todas as necessidades de um cotidiano atribulado e é bom pensar neles na hora de fazer uma nova aquisição: será que tem algum faltando, hein?! Vem comigo!

Mãos livres: bolsa pequena de alça longa

Na balada, no final de semana com as crianças no parque, turistando por uma nova cidade, eis aqui um modelo primordial. Geralmente com formato retangular ou ovalado, a bolsa pequena com alça longa, perfeita para cruzar pelo corpo e ficar com as mãozinhas livres, armazena bem o celular, uma pequena necessaire com itens básicos de make-up, chaves e carteira.

Tipo tartaruga: bolsão grande

Eis aqui a melhor opção para as mulheres-tartarugas, ou seja, que carregam a vida nas costas. Este bolsão pode ser molenga ou estruturada, conforme sua preferência, o fundamental é que seja realmente grande e acomode com conforto tudo que você precisa, do notebook à caixa de óculos, do planner ao celular, da bolsinha repleta de produtos de beleza e higiene à carteira, do livro ao agasalho para o fim de tarde. Muito importante é testar as alças, que devem ser fortes e não muito estreitas, usadas nos ombros ou no antebraço.

Pra glamurizar: clutch

Eis aqui a bolsa perfeita para imprimir sofisticação ao visual. Ela pode não ser muito prática, já que acomoda quase nada, mas é perfeita para fazer charme quando você está carente de glamour ou em um evento de luxo, no qual circula pelas mãos aquela bossa tão cobiçada por todos nós. A clutch pode ser de vários materiais e tamanhos, desde minúscula até oversized, mas o que geralmente não muda é que ela é mais fininha, o que proporciona a elegância deste modelo.

Pra glamurizar: minibag

Bolsinhas pequerruchas, bem pequerruchas, muito pequerruchas, quase inúteis em funcionalidade, mas exacerbadas em charme, são perfeitas para atiçar o look básico de jeans e camiseta, para divertir o vestido de paetê superpoderoso, para coordenar com os bolsões do dia a dia e criar um novo visual, para transgredir o clássico. Brinque com elas – e leve apenas o batom e o cartão de crédito, que, afinal, são os primordiais de fato para qualquer mulherão contemporâneo (o celular tá na mão, né?!). 

Para todas, sempre: bolsa saco

Eis aqui um clássico, a bolsa saco. Perfeita para a executiva e para a estudante, para a mamãe atarefada ou para a criativa tempestuosa, fica bem com tudo, do terno ao jeans. De tamanho médio, é democrática também em estilo, materiais e cores, já que pode ser estruturada e mais chiquezinha ou despojada e mais casual, neutro ou coloridíssima, discreta ou protagonista. Aposte!

[vitrine]

Deixe uma resposta