Renove

15 dicas para organizar o closet

Escrever este texto foi um desafio. Difícil se concentrar em dicas de moda em um momento tão complicado como este, né?! Um momento de apreensão, medo, dúvidas, no qual muito estão enclausurados nas próprias casas tentando minimizar os riscos do Coronavírus para o país, para o mundo, torcendo para que tudo dê certo, que voltemos o mais rápido possível ao nosso cotidiano. Em casa, tentando criar uma nova rotina, redescobrimos nosso tempo, nossas horas, ocupando mente e corpo, inclusive com tarefas domésticas. E foi assim, pensando na nossa própria nova rotina, decidimos dar uma sugestão, coisa que nós mesmos estamos fazendo em casa: como organizar o closet para tornar mais dinâmico nosso vestir quando o dia a dia voltar aos eixos. Vem com a gente?

  1. Vamos tirar o que não usamos? Sim, gurias, começamos como uma boa faxina. É bom até para trocar a energia. Pense assim: não uso há mais de três anos, não vou usar mais. Desapegue. Com força. Sem dó. Exceção para peças de apego afetivo, herdadas de alguém, compradas em uma viagem especial, de uma coleção exclusiva assinada por um estilista que você ama. Mas não exagere nesse afeto, viu?! Sensatez é a ordem.
  2. Diga tchau para peças destruídas. Amada. Aquela camiseta com cor amarela no sovaco, o pulôver cheio de bolinha, a calça jeans esfarelada entre as coxas não combinam com uma mulher elegante, né?! Elimine, por favor, o que estiver muito desgastado. A gente garante que você vai se apaixonar por outra peça melhor no futuro.
  3. Em um armário bem organizado, cada peça deve estar em seu devido lugar. Um bom jeito de organizar é por modelo: calças, vestidos longos, vestidos curtos, casacos, tops, saias e por aí.
  4. Deixe os básicos, os clássicos e os seus, totalmente à vista. Pense na lista de peças de essenciais, tipo camisa branca, calça de alfaiataria preta, saia lápis, blazer preto, jeans tradicional, camiseta branca, vestido de alfaiataria preto, enfim….versáteis que combinam com quase tudo e proporcionam inúmeros looks. Junte a eles peças que você ama muito e usa com tudo. Pode ser a jaqueta de couro, a camiseta de banda, aquela saia estampada, a calça verde que você arriscou a comprar e agora não vive sem. Separe-os e os deixe todos mais à mostra em suas sessões (saia com saias, camiseta com camisetas).
  5. Ah! E deixe bem atrás nas sessões o que você não usa muito, tá?! Vale também para peças de temporada: mais à vista os de verão quando é calor, mais à frente os de inverno quando é frio. Parece lógico, mas muitas vezes a gente não se organiza para isso.
  6. Eis outra dica que facilita em muito o dia a dia e deixa o closet lindão: ordene as peças por cores, do claro ao escuro ou vice-versa. Sim. Além de separar por tipo de peça, separe por tons. Tudo fica muito harmonioso e fácil de localizar. Quer saber onde está o vestido preto de seda? Ele estará em vestido na ala escura. Viu? Arrasou!
  7. Lembre que malhas e tricôs devem ser dobrados e, se possível, guardados em sacos que os protejam do pó. Os sacos jamais devem ser de plástico. O ideal são os modelos em tecido e furadinhos. Os sacos de filós são perfeitos, assim como os de TNT. Por favor, reforçando, nunca use plástico para guardar roupas, sapatos e bolsas, tá?! A roupa não respira e corre  risco de mofar.
  8. Os casacos devem estar nos cabides certos, bem estruturados. Guarde-os abotoados, assim como as camisas, que devem ter sempre o primeiro e o último botões fechados – amassam muito menos assim e se mantêm impecáveis por muito mais tempo.
  9. As roupas de festa leves ficam melhor em cabides. As mais pesadas devem ser guardadas em caixas. Por sinal, use e abuse de caixas (elas são práticas e ficam lindas, né?) e dê preferência aos modelos com ventilação.
  10. As bolsas precisam de enchimento e devem ser guardadas, preferencialmente, de pé (as estruturadas) ou deitadas (as moles).
  11. Os sapatos devem assentar sobre a superfície, como no chão. Evite deixa-los em caixas, onde acabam amassando, mofando e perdendo a forma. Os menos usados podem ser recheados com papel para manter a modelagem perfeita.
  12. O melhor jeito de guardar cintos é os pendurando pela fivela para manter a forma original. Use a porta do armário ou um cabide específico. Se o modelo não tiver fivela, guarde assentado sobre alguma superfície, como prateleira ou gaveta.
  13. Aqui um erro bem comum: não enrole peças separadas umas nas outras para prendê-las, nem meias, nem biquínis. Acabam deformando. Os tecidos não têm tanta resistência para alargar e voltar ao original. Escolha uma gaveta ou caixa para armazenar estas peças, que podem ser enroladas.
  14. Entulhar o armário também estraga as peças. Um nicho abarrotado de cabides provavelmente está esmagando as roupas – e o mesmo vale para pilhas lotadas. E um bom armário também deve ser arejado. Caso não seja, precisa ser freqüentemente aberto e limpo. Para quem tem armário pequeno em relação ao número de peças, a dica é armazenar estações em caixas e guardá-las. No verão, guarda-se o inverno, e vice-versa. O mesmo vale para as peças menos usadas.
  15. E o mais importante de tudo: curta muito este momento. Prove as roupas. Experimente novas combinações, principalmente entre as peças que você adora e as que pouco você usa. Misture estilos. Eis um momento ideal para você brincar e organizar seu closet – e incrementar o seu estilo como consequência. Aproveite!

Deixe uma resposta